Órgãos Vinculados

Acesso Rápido


Telefones úteis
Página Inicial Últimas Notícias Defesas concluídas julho e agosto turma 2017.2
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Defesas concluídas julho e agosto turma 2017.2
Dom, 29 de Setembro de 2019 12:40

Os meses de julho e agosto de 2019 fecharam o ciclo de dois anos da primeira turma do Mestrado Profissional em Educação da URCA, os registros de algumas das últimas defesas realizadas compartilharemos a seguir.

A estudante Tatiane Bantim da Cruz defendeu com sucesso sua pesquisa intitulada "Feminilidades e masculinidades na escola: Concepção e práticas", sob a orientação da professora Dra. Iara Maria de Araújo e deu seu depoimento sobre esse momento de conclusão do seu trabalho.

"Pesquisar a temática de gênero no contexto atual representa muito mais do que um exercício acadêmico na construção de conhecimentos, representa também um ato de resistência a "atual" conjuntura política e social. Esse estudo desenvolvido e apresentado ao Programa de Mestrado Profissional em Educação da URCA retrata as nossas inquietudes sobre questões de gênero e pretende ainda ser inspirador de novas inquietações." ExplicouTatiane. Desde já parabenizamos o trabalho da mais nova Mestre em Educação formada pela URCA.

 

 

Outro mestrando que conclui seus trabalho dentro da temática de gênero e sob a orientação também da professora Dra. Iara Maria de Araújo, foi o colega Lorscheider Carvalho Peixoto, que defendeu sua dissertação com o tema: "Identidades e sexualidades dissidentes: a perspectiva da diferença em uma escola de ensino médio integral".

 

 

Lorscheider deu um rico depoimento sobre sua experiência no mestrado e a relevância de sua pesquisa:

"É prestigioso figurar na galeria de relatos sobre a experiência das pessoas que compuseram a primeira turma do Mestrado Profissional em Educação da URCA. Pude acompanhar, desde quando ainda era técnico-administrativo da Fundação da Universidade, parte de uma luta de quase duas décadas até sua implantação. Hoje, como professor da rede estadual, ainda tenho os olhos voltados às conquistas de sua/nossa comunidade acadêmica. Particularmente, ao concluir uma pesquisa sobre as identidades e as sexualidades dissidentes na escola acabo repercutindo grandes aspirações e responsabilidades como que a investidura docente pesquisador me chancelou frente às problemáticas educacionais e diante daquilo que tantos professores e professoras fazem compulsoriamente ao representarem papéis e reproduzirem, consciente ou inconscientemente, rígidas definições identitárias e modelos socioculturais problemáticos para a perspectiva das diferenças. Ademais, no universo pouco explorado da história da educação brasileira há muito o que ser refletido entre os/as profissionais da educação. Ainda pensando (e parafraseando) com a filósofa Judith Butler, nosso mestrado em sua faceta profissional oportunizou muitos e lúcidos fazeres, em vez de apenas modos de ser (professor ou professora). Isso reforça o pensamento de que estivemos onde deveríamos estar, assimilando as articulações e as tensões delas decorrentes em que o poder hegemônico está em disputa. Corporificamos nossas ideias através da escrita e geramos esse corpo transgressor (dissertação e produto) para operar em nome da desconstrução com vistas ao lugar político a que somos convocados de agora em diante com tamanha experiência e responsabilidade em nossos corações e mentes."

 

Em outra linha de pesquisa do programa de mestrado em educação da URCA, o estudante Francisco Wellery Gomes Bezerra, defendeu os resultados de sua pesquisa de dissertação com o título: "A Experiência Docente e o uso de metodologias ativas no ensino de sociologia." Na qual tratou sobre métodos que auxiliem na formação do professor utilizando tecnologias entre outros recursos, aprofundando o debate sobre a eficácia desse modelo de aprendizagem. Sua orientadora foi a professora dra. Maria Dulcineia da Silva Loureiro e também temos o belo registro desse momento de conclusão.

 

 

Wellery também manifestou sua satisfação com o término do mestrado e a importância de sua pesquisa para a comunidade acadêmica:

"A experiência de um Mestrado trás consigo uma diversidade de aprendizados acadêmicos, sociais, existenciais, profissionais e éticos. Fazer parte da primeira turma foi uma honra imensurável, uma vanguarda que teve a responsabilidade de fazer o programa acontecer. O que não seria possível sem a presença de companheiros de debates, discussões e descobertas como os colegas que me acompanharam nessa enriquecedora jornada. Não obstante, a dedicação e o talento que os docentes do programa são, sem dúvida, a chave para o sucesso do Mestrado Profissional em Educação da Universidade Regional do Cariri – URCA. O desafio de desse Mestrado, por ser Profissional, foi além das disciplinas que ofereceram um nível intelectual onde pude sentir subindo um degrau importante na minha formação cognitiva, tem-se a tarefa de continuar em sala de aula, fazer a pesquisa e ao final oferecer um produto desta pesquisa como uma maneira de consolidar o esforço demandado. O Mestrado Profissional tem a singularidade de oportunizar ao discente sentir a responsabilidade da pesquisa e visualizar os horizontes que nos faz crescer. A oportunidade de fazer parte da linha de pesquisa de formação de professores permitiu o aprofundamento de uma pesquisa que já trazia desde a especialização, onde a experiência com uso de tecnologias digitais em sala de aula, refletiu-se em técnicas e métodos que podem oferece ao professor (a) uma maneira de ter celulares e redes sociais não mais como um inimigo em sala de aula, mas um instrumento didático que se bem planejado e engajado na metodologia proposta se torna um aliado do docente que começa a conhecer os métodos associados as tecnologias. Foi, sem dúvida, uma pesquisa que me proporcionou uma nova forma de enxergar a práxis docente dentro de uma prática mais reflexiva sobre as ações didáticas associando-as ao uso de tecnologias digitais. Grato a todas as discussões, os textos complexos, as parcerias criadas, aos laços afetivos criados, as conexões profissionais que foram oportunizadas, e sobretudo as amizades que foram carinhosamente construídas ao longo de um processo transformador."

Parabenizamos a todos os novos mestres e agradecemos suas contribuições para a educação, é com muita satisfação registramos esses momentos.

 

 

 

Calendário

Setembro 2020
D 2a 3a 4a 5a 6a S
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 1 2 3

URCA - Universidade Regional do Cariri - Rua Cel. Antônio Luis, 1161 - 63.100-000 - Pimenta - Crato/CE
Fone: (88) 3102.1212 / 3102.1204 - E-mail: urca@urca.br / gabinete@urca.br Ver localização no mapa
© 2015 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados